Notícia

Encontro Latino-americano e Caribenho de Bispos Responsáveis pelas CEBs

Com a Equipe de Articulação Continental das CEBs

Aos Presidentes das Conferências Episcopais,
Aos Bispos,
Aos irmãos e irmãs das CEBs na América Latina e no Caribe,
Na festa da Ascensão do Senhor, reunidos em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, enviamos uma saudação fraterna e esperançosa.
O Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), através do Departamento de Comunhão Eclesial e Diálogo, convidou os bispos responsáveis ​​pelo acompanhamento das Comunidades Eclesiais de Base e membros da Equipe de Articulação Continental para refletir sobre a situação atual das Comunidades e fazer uma projeção para os próximos anos.
Usando o método de Ver – Julgar – Agir – Avaliar – Celebrar – compartilhamos informações dos bispos e do serviço de articulação sobre a realidade das Comunidades Eclesiais de Base nos respectivos países. Depois, por grupos regionais, trabalhamos os pontos fortes, os desafios e os impactos das CEBs. Notamos que tem sido uma Caminhada com solavancos, sombras e obstáculos e ficamos alegres em saber que as comunidades estão vivas e lutando por uma vida digna.
Nesta primavera eclesial, suscitada pelos gestos e doutrina do Papa Francisco, as Comunidades se sentem fortalecidas e renovadas em seu entusiasmo evangelizador e missionário. Reafirmamos nossa convicção de que as Comunidades são Igreja de Jesus na base, Igreja pobre e dos pobres.
Auxiliados pelas exposições de vários teólogos aprofundamos a identidade das CEBs e suas características missionária, profética, trinitária, servidora, bem como o seu compromisso com a transformação da sociedade. Destacamos aqui algumas das contribuições das comunidades para a vida da Igreja e da sociedade:
·       O serviço comprometido com o Reino de Deus que se manifesta através de sinais concretos;
·       A centralidade da Palavra que nos ajuda a unir Fé e Vida;
·       O testemunho dos mártires que nos impulsiona à entrega generosa no dia-a-dia;
·       O seguimento de Jesus vivido em comunidade e em vista da missão;
·       A diversidade de ministérios que procuram responder às necessidades específicas;
·       A alegria de viver, expressa criativamente em celebrações festas e cantos.
No final do nosso encontro assinalamos perspectivas para fortalecer o processo das CEBs no Continente:
·       Formação sobre a identidade das CEBs aos bispos, aos ministros ordenados – a partir dos seminários e casas de formação – e aos outros agentes de pastoral;
·       Que o CELAM e a Equipe de Articulação elaborem um documento sobre o novo rosto das Comunidades Eclesiais de Base;
·       Que as Conferências Episcopais promovam um acompanhamento mais próximo às CEBs nomeando um ou mais bispos responsáveis ​​por esta tarefa onde ainda não existe;
·       Retomar Medellin, Puebla e Aparecida, documentos fundamentais para a identidade eclesial das CEBs.
Agradecemos a Deus e a nossa mãe Maria esta reunião de diálogo fraterno e convidamos todas as pessoas a seguir em frente com a esperança posta em Jesus, que caminha conosco e cujo Espírito nos guia e nos fortalece, neste tempo de graça que o Senhor nos dá.

 


Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, em 05 de maio de 2016.
Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close