ArtigoNotíciaPostPublicação

Chacina no Complexo do Salgueiro


Dia 20 de novembro aconteceu a Chacina do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, RJ. Dez pessoas foram mortas — um policial militar, um suspeito de atacá-lo e oito homens cujos corpos foram encontrados dois dias depois em um manguezal. De acordo com a investigação, dois homens, o acusado de ter atirado contra o sargento e um menor de idade não tinham passagens pela polícia.

Texto de George Ferreira Lau, Co-fundador e Coordenador do cursinho Preparatório Comunitário Paulo Freire, professor de História e Filosofia.

 

Todos os corpos merecem respeito.
Dos polícias e do povo preto.
Todo corpo merece respeito, e se injustiça existiu, o justiçamento não seria o caminho pretexto.

Todos os corpos merecem respeito.
E não devem ser lançados ao mangue, lançados a sorte, como queima de arquivo, aparente. Com possíveis marcas de tortura.

Tudo a ser investigado.
O Brasil é isso.
Uma grande chacina do povo preto.
Do povo índio, do povo-gueto.

Com tudo a ser investigado.
Com tudo muito suspeito.
E as operações estavam suspensas menos para o povo preto.
Quem manda ser gueto.
Quem manda não subir na escala social meritocrática e não se dar o respeito, não sabe votar, e não fazer direito\Direito.

Todos os corpos merecem respeito, a emboscada ao policial porquê?
Isso não é justo.
É malfeito.

Só alimenta guerra.
E faz do povo inimigo do Estado e vice-versa.
O caveirão foi feito porque falhamos em sociabilidade e igualdade social e racial.
Todos os corpos merecem respeito, nem a emboscada e muito menos o mangue.

Oxalá estanque a dor de nosso povo.
Por trás de cada corpo caído da polícia, do bandido, do povo atingido por ‘balas acidentalmente perdidas’ existe uma história, uma família, uma dor, um coração, e não apenas os corações ávidos por justiçamento.

Ao olho por olho, e dente por dente, devolvamos a dignidade dos corpos.
Que possamos superar a cultura da violência e do ‘Jesus de arminha’ o que é um defeito.
E abracemos a cultura da paz, pois todo corpo merece respeito.

 

 

 

 

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Close
Close
Close