Notícia

Novo projeto especial da Abong quer reunir práticas socioambientais inovadoras

 Banco de Práticas Alternativas visa dar visibilidade para experiências que ajudem a construir novo paradigma de desenvolvimento, socialmente justo e que respeite o meio ambiente

Reunir e divulgar experiências práticas que apontam para a construção de um novo paradigma de desenvolvimento que conjugue justiça social, radicalização da democracia e a convivência harmoniosa com o meio ambiente. Esse é o objetivo do Banco de Práticas Alternativas, novo projeto especial da Abong, realizado pelo Observatório da Sociedade Civil em parceria com o projeto Novos Paradigmas de Desenvolvimento.

No ar desde a última segunda-feira (4), com um acervo inicial de 30 práticas, o banco está aberto para receber contribuições de OSCs, movimentos e ativistas de todo o país. Para isso, basta preencher um cadastro on-line, que será posteriormente validade pela equipe da Abong.

Clique aqui para acessar o Banco de Práticas Alternativas

A diversidade das experiências é uma das riquezas que deverá emergir do cadastro. As práticas já incluídas são exemplos dessa diversidade, abrangendo desde a experiência de difusão da tecnologia das cisternas no semiárido ao desenvolvimento de mecanismos de crédito locais fora do sistema bancários tradicional, passando pela formação de redes para discussão dos problemas de uma metrópole e muitas outras.

“É urgente buscar um outro tipo de desenvolvimento que nos permita produzir aquilo de que necessitamos, respeitando os limites naturais e garantindo os ecossistemas. Isto não é uma utopia, é possível. E não são apenas ideias: existem já inúmeras iniciativas em diferentes áreas que comprovam que podemos fazer diferente, gerando uma qualidade de vida melhor”, diz o texto de apresentação do banco.

Tanto o cadastro quanto o mecanismo de busca foram pensados para facilitar a interação, incluindo informações que possam ser úteis para jornalistas, pesquisadores e para o público em geral.

Fonte: Acervo do Projeto Novos Paradigmas de Desenvolvimento, da Abong


O Projeto “Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir” visa a somar a capacidade de mobilização nacional e internacional da Abong, sua estrutura, credibilidade e representatividade com a competência acumulada pelo Iser Assessoria no tratamento teórico e prático do tema de desenvolvimento justo e sustentável por meio da articulação com especialistas nacionais e internacionais, Organizações da Sociedade Civil (OSCs) e movimentos sociais de base a fim de contribuir para a construção e difusão de um paradigma alternativo ao modelo de desenvolvimento dominante. Saiba mais aqui e acesse outros conteúdos aqui.

Leia Também:

O meio ambiente como uma não-questão e a gestão ambiental no ABC paulista. Entrevista especial com Maurício Waldman
Fonte: ABONG

Tags
Mostre mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close
Close